Professores

  • Amelia Rabello
    Canto

    Herdeira da forma mais simples e verdadeira de se cantar samba e dos fundamentos do choro cantado em seus diversos formatos e modalidades, dona de um timbre especial e grande afinação. Em seus dois primeiros CDs gravou importantes compositores da música do Brasil como Paulo César Pinheiro, Paulinho da Viola, Cristovão Bastos, Afonso Machado, Luis Moura, Moacyr Luz, Sergio Natureza, Baden Powell, e Caetano Veloso que compôs para ela o “Samba pra Amelia”. Em 2002 lançou pela Acari Records o CD “Todas as Canções” reunindo a obra autoral de Raphael Rabello, de quem foi a principal intérprete e com quem realizou importantes shows no Brasil e no exterior. Em 2012, lançou o CD “A Delizadeza que Vem Desses Sons”, também pela Acari Records. É professora de Canto da Escola Portátil desde 2006.

    Amelia Rabello comes from the simple and true style of samba and choro singing, in its different forms. She has a special voice tone and is perfectly tuned. On her first two albums she recorded important Brazilian composers, such as Paulo César Pinheiro, Paulinho da Viola, Cristovão Bastos, Afonso Machado, Luis Moura, Moacyr Luz, Sergio Natureza, Baden Powell and Caetano Veloso, who dedicated a “Samba para Amelia” to her. In 2002 Acari Records released the album “Todas as Canções”, with all the songs composed by Raphael Rabello, of whom Amelia was the main singer, and with whom she presented in many concerts in Brazil and abroad. She has taught Samba-Choro singing at Escola Portátil since 2006.

  • Ana Rabello
    Cavaquinho

    Apontada por Luciana Rabello como a sua mais legítima sucessora. Bacharel em Música Popular Brasileira pela Unirio, é fundadora e integrante do Regional Carioca, conjunto regional com 2 CDs lançados pela Acari Records.

    Como cavaquinista participou de shows de Álvaro Carrilho, Cristovão Bastos, Pedro Amorim, Ronaldo do Bandolim, Francis Hime, Mauricio Carrilho, Luciana Rabello, Rogério Caetano, Hamilton de Hollanda, Nailor Proveta, Toninho Carrasqueira, Amélia Rabello, Áurea Martins, Cristina Buarque, entre outros.

    Participou de gravações em CDs de Paulo César Pinheiro, Maria Bethania, Dori Caymmi, Amelia Rabello, Martinho da Vila, no projeto “Choro Carioca – Música do Brasil”, e também gravou ao lado de Altamiro Carrilho no CD “Callado, O Pai dos Chorões”.

    Atualmente atua como professora de cavaquinho na Escola Portátil de Música, da qual foi aluna desde sua criação, no ano 2000.

  • Anna Paes
    Violão

    Violonista e cantora, licenciada em educação musical pela Uni-Rio (1998), tem também destacada atividade como pesquisadora, tendo sido responsável pelo levantamento da obra de vários compositores de choro do final do século XIX e início do século XX. Este trabalho forneceu repertório para gravação de vários CDs como “Mulheres do Choro”, as coleções “Princípios do Choro”, “Joaquim Callado – o pai dos chorões”, “Choro Carioca – Música do Brasil”, todos produzidos pela Acari Records. Em 2005 desenvolveu o projeto Enciclopédia Ilustrada do Choro no Século XIX, apoiado pelo Programa de Bolsas da Fundação Rio-Arte. Em 2012 conclui o mestrado em música pela Uni-Rio. Ministrou na EPM o curso “Inéditas de Paulo César Pinheiro” e atualmente é professora de violão.

    A guitarist, graduated in Music Education at Uni-Rio, Anna Paes develops groundbreaking work in her research. She is responsible for the inventarium of several choro composers from the late 19th century. Her work provided the repertoire for albums like “Mulheres do Choro” and collections like “Princípios do Choro”, “Joaquim Callado – o pai dos chorões”, “Choro Carioca – Música do Brasil”, all produced and released by Acari Records. In 2005 she wrote the “Illustrated Encyclopedia of Choro in the 19th Century”, with the support of Rio-Arte. At Escola Portátil she teaches guitar and coordinates the Samba-Choro Singing course.

  • Bia Paes Leme
    Harmonia

    Arranjadora, compositora e produtora musical, é graduada em Composição e mestra em Musicologia pela Uni-Rio. Professora com 25 anos de prática em Percepção Musical, participou (1994-97) da reestruturação do Tepem, curso de extensão da Uni-Rio que se tornou uma referência no ensino dessa matéria no Rio de Janeiro. Como instrumentista, atuou no show “As Cidades”, de Chico Buarque. Fez a direção musical do show e a produção do CD e DVD “Eu me transformo em outras”, de Zélia Duncan. Na Escola Portátil de Música ministra cursos de Harmonia, além de ter dirigido a banda Furiosa Portátil ao lado de outros professores.

    Arranger, composer and producer, Bia Paes Leme graduated in Composition and has a Master’s in Musicology at Uni-Rio. She has been teaching musical perception for 25 years and was part of the team that reformulated this course in Rio de Janeiro. As a keyboardist, she played with Chico Buarque on the “As Cidades” and “Carioca” tours. Bia is the producer and musical director of Zelia Duncan’s CD and DVD “Eu me transformo em outras”. At Escola Portátil de Música she teaches Harmony and directs, alongside with other colleagues, the Furiosa Portátil brass band.

  • Celsinho Silva
    Pandeiro

    Percussionista, proveniente de uma família de chorões – é filho de Jorginho do Pandeiro e sobrinho de Dino 7 Cordas – começou sua carreira no grupo Os Carioquinhas. Foi fundador do conjunto Nó em Pingo D’Água em 1978. Em 1979 integrou a primeira formação da Camerata Carioca, gravando o disco “Tributo a Jacob do Bandolim”. Integra o conjunto Nó em Pingo D'água, com quem gravou recentemente um CD inteiramente dedicado à obra de Paulinho da Viola.
    Entre gravações, televisão e shows, já atuou ao lado de grandes nomes da Música Brasileira, como Elizeth Cardoso, Chico Buarque, Ney Matogrosso, João Bosco, Radamés Gnattali, Conjunto Época de Ouro, Turibio Santos, Ivam Lins entre outros. Faz parte da banda de Paulinho da Viola desde 1980.
    É um dos professores pioneiros no projeto da Escola Portátil de Música.

    A percussionist, coming from a family closed linked to choro – he is Jorginho do Pandeiro’s son and Dino 7 Cordas’ nephew – Celsinho Silva began his professional career with Os Carioquinhas in 1977. In 1978 he founded the group Nó em Pingo D’Água. In 1979 he recorded, with Camerata Carioca, the album “Tribute to Jacob do Bandolim”. With Nó em Pingo D’Água he recently recorded an album dedicated to the work of Paulinho da Viola. He has been playing with great musicians, like Elizeth Cardoso, Chico Buarque, Ney Matogrosso, João Bosco, Radamés Gnattali, Conjunto Época de Ouro, Turibio Santos and Ivan Lins, among others. Since 1980 he has been part of Paulinho da Viola’s band. Celsinho is also one of the founders of Escola Portátil de Música.

  • Cristovão Bastos
    Piano e Acordeon

    Pianista, compositor e arranjador dos mais importantes do Brasil, é parceiro de grandes nomes como Chico Buarque, Paulo César Pinheiro, Aldir Blanc, Paulinho da Viola e Elton Medeiros. Como arranjador trabalhou em discos e shows de importantes intérpretes e compositores como Nana Caymmi, Edu Lobo, Gal Costa, além dos nomes anteriores. Nos quase 40 anos de carreira, Cristóvão recebeu diversos prêmios, entre eles oito Sharp. Em 1996 lançou “Avenida Brasil”, seu primeiro disco solo. Dá aulas de piano na Escola Portátil.

    One of the leading pianists, composers and arrangers in Brazil nowadays, Cristovão Bastos is a musical partner of Chico Buarque, Paulo César Pinheiro, Aldir Blanc, Paulinho da Viola, Elton Medeiros and many others. As arranger he has worked in albums and shows of musicians like Nana Caymmi, Edu Lobo, Gal Costa etc. During a career of almost 40 years, he has received lots of awards. In 1996 Cristovão released his first solo album, “Avenida Brasil”. He teaches piano and accordion at Escola Portátil.

  • Eduardo Silva
    Pandeiro

    Eduardo Silva é herdeiro de uma verdadeira dinastia de bons pandeiristas. Filho de Celsinho Silva, neto do mestre Jorginho do Pandeiro, maior referência do pandeiro no Brasil, e sobrinho neto de Dino 7 Cordas. Fundador do grupo “ Regional Carioca “, fez parte do CD “Cadência” como percussionista e arranjador. Já tocou com Zé da Velha e Silvério Pontes, Nó em Pingo D´Àgua, Cristina Buarque, Hamilton de Hollanda, Marco Pereira / Orquestra Petrobrás e com o Conjunto Época de Ouro. Na Escola Portátil é professor de pandeiro.

  • Estela Manfrinato
    Técnica Vocal

    Natural de Piracicaba-SP, iniciou seus estudos na Escola de Música Ernest Mahle, como violinista. Mais tarde apaixonada pela música popular, formou-se no Conservatório Dramático de Tatuí, no curso de Canto Popular MPB&JAZZ. Atualmente participa de grupos de Cultura Tradicional Brasileira como: Samba de Lenço Mestre Antonio Ferraz e Jongo Filhos da Semente. É professora de técnica para canto popular.

  • Evelyne Garcia
    Piano

    ...

    ...

  • Fernando Leitzke
    Piano

    Pianista, compositor, arranjador. Estudou no Conservatório de Música de Pelotas (RS), fez aulas de Piano Erudito em uma escola particular em sua cidade.Foi morar no Rio de Janeiro, aos 20 anos de idade. No Rio, estudou com Cristóvão Bastos, na Escola Portátil de Música, e fez aulas particulares com Leandro Braga. Durante cinco anos atuou como músico no espetáculo “O maestro, o malandro e o poeta”, realizado no Teatro São Pedro, em Porto Alegre (RS). Em 2014 acompanhou Valéria Lobão no show de lançamento do disco da cantora, dentro da programação do “Festival Villa-Lobos”, ao lado de Itamar Assiere. Integrou o quinteto formado pelo violonista Rafael Mallmith, com o qual se apresentou no Centro Municipal de Referência da Música Carioca, no Rio de Janeiro. Também acompanhou músicos como João Camarero e Pedro Amorim. Em 2015 lançou o CD instrumental “Rios que navego”, com músicas autorais como “Segunda” e “Radamesiano”, nas quais homenageia os músicos Cristóvão Bastos e Radamés Gnattali, respectivamente.

  • Gabriel Leite
    Pandeiro

    Percussionista, é professor da Escola Portátil de Música, no Rio de Janeiro, onde tem contato com grandes nomes da percussão como Oscar Bolão, Jorginho do Pandeiro e Celsinho Silva. Foi integrante do Regional da Rádio Nacional comandado por Maurício Carrilho. Integrante da Camerata Brasilis, Orquestra Pixinguinha na Pauta e do Quarteto-de-Choro. Participou do show lançamento CD da Furiosa e Camerata Portátil na sala Cecília Meireles e do musical Forrobodó de Chiquinha Gonzaga/2014.

  • Ignez Perdigão
    Canto-coral

    Professora de Música, licenciada pela Uni-Rio, onde estudou regência coral. Conduz e faz arranjos para o Coralito, o Coroá e, a partir de 2008, para o Coro da Escola Portátil de Música (ainda pagão), todos três com repertório dedicado à música popular. Toca cavaquinho com o Choro na Feira, grupo com três CDs gravados. Violonista, compositora e arranjadora. É professora do curso de Canto Coral, Harmonia e Leitura Rítmica na Escola Portátil.

  • Iuri Bittar
    Violão

    .....

    ........

  • Jayme Vignoli
    Cavaquinho

    Cavaquinista, arranjador, compositor, é bacharel em Composição pela Uni-Rio. É integrante do conjunto Água de Moringa, com o qual gravou três CDs (o segundo ganhou o Prêmio Sharp de melhor conjunto em 1994). Já se apresentou e gravou com diversos artistas de renome, dentre os quais Paulinho da Viola, Raphael Rabello entre outros. Na Escola Portátil, dá aulas de cavaquinho e foi um dos professores responsáveis pela Camerata Portátil.

    Cavaquinho player, arranger, composer, Composition graduate at Uni-Rio. Jayme is one of the members of Água de Moringa, with which has recorded 3 CDs . He played with several artists, like Paulinho da Viola, Raphael Rabello, and others. At Escola Portátil, he teaches cavaquinho and is one of the responsible for the Camerata Portátil.

  • João Camarero
    violão

    Estudou no conservatório de Tatuí e na Escola Portátil de Música. Tocou com diversos nomes da música brasileira e internacional, em gravações ou apresentações: Altamiro Carrilho, Zélia Duncan, Mauricio Carrilho, Luciana Rabello, Cristovão Bastos, Jorginho do Pandeiro, Elton Medeiros, Roberto Silva, Ademilde Fonseca, Nailor Proveta, Howard Alden, Catherina Lichtenberg, Mike Marshall, David Grisman, entre inúmeros outros.
    Já se apresentou na França, Itália, Alemanha e Estados Unidos, com destaque para “Roda de Choro Internacional de Torino (Itália)”; tournée na Alemanha em campanha do Conservatório de Tatuí; simpósio de bandolim ao lado do bandolinista Danilo Brito, “The Mandolin Symposium”, na Universidade da Califórnia em Santa Cruz.
    Atualmente é professor e monitor da Escola Portátil de Música, atua em gravações e concertos, acompanha os bandolinistas Déo Rian e Joel Nascimento, é integrante do Regional Imperial e toca com João Lyra.

  • Jorge Oscar
    Contrabaixo

    Bacharel em Contrabaixo pela Faculdade Mozarteum de São Paulo e mestre em Música na área de práticas interpretativas pela UNIRIO, seu trabalho se destaca em diversas áreas do cenário musical. Além de ter participado de musicais como “Gota D’água”, “Divina Elizeth” e “Império”, já atuou ao lado da Banda Mantiqueira, Gal Costa, Sivuca, Ed Motta e muitos outros. Na área erudita, foi concertino da Orquestra Sinfônica da Universidade de São Paulo de 1985 a 1990, quando passou a ministrar aulas de Contrabaixo na UNICAMP. Desde 2007 integra a Orquestra Sinfônica Nacional no Rio de Janeiro. Atualmente é professor de contrabaixo na Escola Portátil de Música.

  • Julião Pinheiro
    Violão contraponto

    JULIÃO PINHEIRO, violonista e compositor, já se apresentou ao lado de nomes como Altamiro Carrilho, Eduardo Gudin, Nailor Proveta, Paulo Cesar Pinheiro, Cristóvão Bastos, Pedro Amorim, Ronaldo do Bandolim, Carlinhos Leite, Luciana Rabello, Toninho Carrasqueira, Maurício Carrilho, Celsinho Silva, Amélia Rabello, entre outros. Com o grupo Regional Carioca lançou os Cds Regional Carioca vol. 1 e vol. 2, pelo selo Acari Records, nos anos de 2006 e 2010 respectivamente. Em 2016 lançou, pelo selo Acari Records, seu primeiro CD solo, “Pulsação”, com 15 músicas que fez em parceria com o pai, Paulo César Pinheiro, que participa da faixa “Samba é bom”. O disco também contou com as participações de sua mãe, Luciana Rabello, no cavaquinho; do grupo Regional Carioca em “Artimanhas”; do MPB-4 em “Bamba com bamba”; Glória Bomfim em “A revolta dos orixás”; e de sua irmã Ana Rabello em “Samba da estrela cadente”.

  • Kiko Horta
    Acordeon

    Expoente da nova geração instrumental brasileira, KIKO HORTA (38 anos) vem atuando como acordeonista, pianista, compositor, arranjador ao lado de grandes nomes da música brasileira.

    Já gravou e se apresentou com Wagner Tiso, Guinga, Martinho da Vila, Dona Ivone Lara, Paulo Moura, Joel Nascimento, Yamandu Costa, Mauricio Carrilho, Paulo Sérgio Santos, Zeca Pagodinho, Henrique Cazes, Paulão7 Cordas, Gabriel Improta, Beth Carvalho, Hamilton de Holanda entre outros.

  • Leonardo Pereira
    cavaquinho

    Nascido em Miguel Pereira, numa família de músicos amadores ligados ao samba, começou a estudar música com Paulinho Ferraz (professor e incentivador) em 1998. No ano de 2004, conheceu a EPM, onde, desde então, estudou cavaquinho, canto e harmonia. Hoje é professor e monitor da mesma. Já se apresentou e gravou com: Paulo César Pinheiro, Zeca Pagodinho, Luis Barcelos, Fundo de Quintal, Luciana Rabello, Paulão 7 Cordas, Arlindo Cruz, Áurea Martins, Leci Brandão, Amélia Rabello, Almir Guineto, Monarco, Nelson Sargento, Ilessi, Sombrinha, Martinho da Vila, Renata Jambeiro, Glória Bonfim, Beth Carvalho e outros.

  • Lucas Porto
    Violão

    Violonista de sete cordas, arranjador e compositor, iniciou sua carreira em 2000, quando integrou o conjunto Galo Preto. Em menos de uma década como músico profissional, Lucas já atuou ao lado de grandes nomes da música brasileira, como Altamiro Carrilho, Elton Medeiros, Hermínio Bello de Carvalho, Joel Nascimento, Marcos Sacramento, Moacyr Luz, Monarco, Nelson Sargento, Paulinho da Viola, Roberto Silva, Tantinho da Mangueira, Wilson Moreira, Xangô da Mangueira, Zezé Gonzaga, entre outros. Atualmente é membro da Orquestra Leviana, do Quarteto Brasileiro e é professor de violão na Escola Portátil de Música.

  • Luciana Rabello
    Cavaquinho

    Profissional desde 1976, a cavaquinista, compositora e produtora, herdeira direta da tradição dos mestres do cavaquinho Canhoto e Jonas, é fundadora da gravadora Acari Records e da Escola Portátil de Música. Em mais de 30 anos de profissão, trabalhou em discos e shows de grandes nomes da música brasileira como Paulo César Pinheiro, João Nogueira, Paulinho da Viola, Radamés Gnattali, Raphael Rabello, Elizeth Cardoso e Chico Buarque, entre outros. Lançou seu primeiro CD solo em 2000, pela Acari Records. Ministra aulas de cavaquinho, Samba Novo e Apreciação Musical na Escola Portátil.

    Luciana Rabello has had a professional career as cavaquinho player since 1976. She is also a composer and producer, and a direct heir of cavaquinho masters Canhoto and Jonas. Luciana is a founder of Acari Records and Escola Portátil de Música. Over the years she played in recordings and concerts with Paulo César Pinheiro, João Nogueira, Paulinho da Viola, Radamés Gnattali, Raphael Rabello, Elizeth Cardoso and Chico Buarque, among others. Her first solo album was released in 2000 by Acari Records.

  • Luiz Flavio Alcofra
    Violão

    Violonista, é graduado em música (licenciatura) pela Uni-Rio. É integrante do grupo de música brasileira Água de Moringa. Em 2003, em duo com a clarinetista Lena Verani, lançou um CD em homenagem ao pianista e compositor Ernesto Nazareth. Nesse mesmo ano participou do projeto de recuperação e digitalização da obra de Radamés Gnattali. Integrou a Orquestra de Cordas Brasileiras, a Camerata Gama Filho, regida por Paulo Sérgio Santos, e a Orquestra de Violões Chiquinha Gonzaga, dirigida por Maurício Carrilho. Na Escola Portátil de Música é professor de Violão.

    Guitarist graduated in music education at Uni-Rio. Luiz Flavio is a member of the group Água de Moringa. In 2003, with clarinetist Lena Verani, recorded an album dedicated to the work of composer and pianist Ernesto Nazareth. In the same year he joined the project recovering the work of Radamés Gnattali and converting it to digital files. Alcofra was a member of Orquestra de Cordas Brasileiras, Camerata Gama Filho, directed by Paulo Sérgio Santos, and Orquestra de Violões Chiquinha Gonzaga, directed by Mauricio Carrilho.

  • Magno Julio
    Percussão

    Nascido em Cordeiro (RJ), começou a tocar em 1997, na Banda de Cordeiro (Sociedade Musical Fraternidade Cordeirense). Um dos fundadores do grupo de choro Os Matutos, o percussionista participou de gravações de importantes discos da música brasileira: Timoneiro (Hermínio Bello de Carvalho), Encanteria (Maria Bethania), Terno Carioca, Brasileiro Saxofone (Nailor Proveta), Choro Carioca e DVD ao Jacob e seus bandolins.

  • Marcilio Lopes
    Bandolim

    Bacharel em Composição e mestre em Musicologia pela Uni-Rio, foi aluno de Composição do maestro Guerra-Peixe. Bandolinista e arranjador, integra o grupo Água de Moringa, tendo participado de outras formações instrumentais como Orquestra de Música Brasileira, Orquestra de Cordas Brasileiras, Camerata Gama-Filho e Camerata Brasil, além de uma intensa atividade em estúdio e ao vivo, em gravações de grandes nomes da MPB. Na Escola Portátil ministra cursos de Harmonia, além de ter sido um dos responsáveis pela Camerata Portátil.

    A Composition graduate with Master’s in Musicology at Uni-Rio, Marcílio Lopes studied composition with Guerra-Peixe. A mandolinist and arranger, he is a member of Água de Moringa and joined other important instrumental groups, such as Orquestra de Música Brasileira, Orquestra de Cordas Brasileiras, Camerata Gama-Filho and Camerata Brasil. He also plays regularly in concerts and studios. At Escola Portátil Marcílio teaches Harmony and is one the directors of Camerata Portátil.

  • Marcus Thadeu
    Percussão

    Natural de Cordeiro(RJ), iniciou seus estudos musicais em 2000 na Sociedade Musical e Fraternidade Cordeirense. Em 2001 ingressou na Escola Portátil de Música com aluno de pandeiro participando da Furiosa Portátil. Atualmente é integrante dos Grupos "Os Matutos" e "Regional Carioca". Trabalhou em discos e shows ao lado de grandes nomes da Música Brasileira como Mauricio Carrilho, Zé Menezes, Alvaro Carrilho, Maria Bethania, Cristovão Bastos, Nailor Proveta, Flor do Sereno, Paulo César Pinheiro, entre outros. É professor de Percussão na Escola Portátil de Música.

  • Maria Souto
    Flauta

    Flautista, saxofonista e arranjadora. Aprofundou-se na linguagem da flauta brasileira com o músico Marcelo Bernardes, em 2004 entrou para a Escola Portátil de Musica, onde teve contato com outros professores como Álvaro Carrilho e Naomi Kumamoto. É integrante como musicista, arranjadora e produtora da Camerata Brasilis, que lançou seu primeiro CD no final de 2011, pelo selo da Acari Records e com patrocinio do programa Petrobrás Cultural. É integrante do Trio Remexendo e do regional Quarteto Urubatan. Professora de flauta transversa da Escola Portátil de Música.

  • Marlon Júlio
    Violão

    .....

    ........

  • Mauricio Carrilho
    Violão

    Violonista, arranjador e compositor de destacada atividade, acompanhou grandes nomes como Aracy de Almeida, Nara Leão, Elizeth Cardoso entre muitos outros. É fundador da Acari Records, a primeira gravadora do Brasil especializada em choro, que em 2001 lançou a série Princípios do Choro reunindo em 15 discos preciosidades dos chorões do início do século. Em 2000, fundou a Oficina de Choro, ao lado de Luciana Rabello, Celsinho Silva, Álvaro Carrilho e Pedro Amorim. É professor de Violão na Escola Portátil de Música.

    A distinguished guitarist and arranger, Mauricio has played with important artists like Aracy de Almeida, Nara Leão, Elizeth Cardoso and many others. He founded the first record label specialized in choro, Acari Records, on which his three solo albums were released. He produced important CD collections: “Princípios do Choro”, “Joaquim Callado – Pai dos Chorões” and “Choro Carioca, Música do Brasil”. In 2000 he founded Escola Portátil de Música with Luciana Rabello, Celsinho Silva, Álvaro Carrilho and Pedro Amorim. In 2005 Carrilho composed the “Choro Yearbook”, with one composition a day, for the whole year.

  • Maycon Julio
    Bandolim

    ,..

    ...

  • Nailson Simões
    Trompete

    Realizou o mestrado em trompete no New England Observatory of Music (Boston, MA – 1986) e doutorado em trompete na Catholic University of America (Washington, D.C. – 1991), com o professor Charles Schlueter. Premiado com o “Distinct in performance” (Boston, MA – 1984); obteve primeiros lugares no IV Concurso Jovem Instrumentista de Piracicaba-SP (1977), I Concurso de Música de Câmara de Recife-PE (1981) e II Concurso Nacional da Música Brasileira, Rio de Janeiro-RJ (1984). Participou das Orquestras Sinfônicas de Recife-PE, São Paulo-SP e Paraíba. É atualmente professor da Uni-Rio.

    Nailson Simões has a Master’s degree in Trumpet from the New England Observatory of Music (Boston, MA – 1986) and a Ph.D in Trumpet from the Catholic University of America (Washington, D.C. – 1991), with Charles Schlueter. Awarded with “Distinction in performance” (Boston, MA – 1984), first prize at the IV Young Musician Contest in Piracicaba-SP (1977), I Chamber Music Contest in Recife-PE (1981) and II National Brazilian Music Contest, Rio de Janeiro-RJ (1984). He was a member of the Recife, Paraíba and São Paulo Symphonic Orchestras and currently teaches trumpet at Uni-Rio.

  • Naomi Kumamoto
    Flauta

    Flautista formada pela Universidade de pedagogia de Osaka, Naomi Kumamoto tocava música erudita no Japão. Um dia conheceu o choro e se apaixonou. Desde seu encontro com Mauricio Carrilho no Japão, em 2000, vem gravando e se apresentando ao lado de grandes artistas brasileiros. Em 2003 seu primeiro CD – “Naomi Vai pro Rio” – foi lançado pela Acari Records, sob a produção de Maurício Carrilho. Em 2004 mudou-se para o Rio de Janeiro e hoje é um elo valioso entre o choro e a cultura japonesa. Em 2005 fez sua segunda turnê pelo Japão tocando e promovendo oficinas de choro com professores brasileiros. É professora de flauta transversa da Escola Portátil e também foi responsável pela Camerata Portátil.

    A flutist graduated by the Osaka Pedagogy University, Naomi Kumamoto played classical music in Japan. One day she heard choro and fell in love. Since the day she met Mauricio Carrilho in Japan, in 2000, she has recorded and played live alongside Brazilian musicians. In 2003 she released her first album, “Naomi Vai pro Rio”, by Acari Records, produced by Carrilho. In 2004 she moved to Rio and today is a valuable link between choro and Japanese culture. In 2005 she toured Japan for the second time promoting choro workshops with Brazilian teachers. She teaches flute at Escola Portátil and is one the directors of the chamber orchestra Camerata Portátil.

  • Oscar Bolão
    Percussão

    É um dos mais importantes nomes da percussão brasileira. Em 30 anos de atividade trabalhou com grandes artistas da nossa música como Elizeth Cardoso, Elton Medeiros, Ney Matogroso, Paulo Moura, Guinga e Joel Nascimento. Integra o trio do clarinetista Paulo Sergio Santos, o Sexteto de Maurício Carrilho, o Quinteto de Tim Rescala e ainda o Coreto Urbano e o Pife Muderno, ambos dirigidos por Carlos Malta. Tem atuado intensamente em festivais de música bem como realizado oficinas e palestras no Brasil e no exterior. Em 2004 lançou o livro “Batuque é um Privilégio”, que trata da percussão nos gêneros de música do Rio de Janeiro. Na Escola Portátil ministra os cursos de Bateria e Percussão.

    Oscar Bolão is one of the most important Brazilian percussionists. During a career of 30 years, he has worked with musicians like Elizeth Cardoso, Elton Medeiros, Ney Matogrosso, Paulo Moura, Guinga and Joel Nascimento. He is a member of clarinetist Paulo Sérgio Santos’ trio, Mauricio Carrilho’s Sextet, Tim Rescala’s Quintet and Carlos Malta’s Coreto Urbano and Pife Muderno. He has participated in many music festivals, workshops and lectures. In 2004 he published a book about percussion in the different styles of Rio de Janeiro’s music: “Batuque é um privilégio”.

  • Paula Borghi
    Musicalização

    Natural de Santo André – SP, iniciou seus estudos musicais no Conservatório de Tatuí aos nove anos de idade. Na instituição, formou-se em “Aperfeiçoamento no Violão Erudito” (2006), Musicalização Infantil para Educadores (2008) e “Violão MPB / Choro” (2011). Ainda em 2011, graduou-se pela UNIMEP no curso de “Licenciatura em Música”. Conquistou o 1º lugar em diversos concursos importantes de violão, entre eles o “Concurso de Violão Solo do Conservatório de Tatuí” (2002 e 2003) e "Concurso de Violão Souza Lima SP” (1999 e 2005). Em 2013, lançou o disco “Café da Dona Chica” com o grupo Água de Vintém, do qual faz parte. No mesmo ano lançou um disco da coletânea “8 Com”, em duo com Maurício Carrilho.

    ...

  • Paulo Aragão
    Violão

    Paulo Aragão é um dos mais destacados arranjadores brasileiros de sua geração, tendo trabalhado ao lado de nomes como Guinga, Mauricio Carrilho, Nailor Proveta e Monica Salmaso; e tendo colaborado com artistas como Sergio Assad, Yamandu Costa e Hamilton de Holanda. Já teve composições e arranjos tocados por orquestras como Los Angeles Philharmonic Orchestra, Orchestre National de France, Gewandhaus Orchestra de Leipzig, Metropole Orkest (Holanda), Orquestra Sinfônica Brasileira (OSB), Orquestra Petrobras Sinfônica (OPeS), Orquestra Jazz Sinfônica (SP), entre outras. É integrante e fundador do Quarteto Maogani de Violões, com o qual já ganhou os prêmios TIM, Caras, Rival BR e mais recentemente o 26º Prêmio da Música Brasileira, como melhor grupo instrumental. É professor da Escola Portátil de Música e um dos diretores da Casa do Choro, no Rio de Janeiro.

    Master’s in Musicology at Uni-Rio, with special distinction for his work about Brazilian popular arrangement in the 1930s. Guitar graduate at UFRJ. He is a distinguished arranger and guitarist, and member of Maogani Guitar Quartet, with whom he recorded four albums (“Maogani”, “Cordas Cruzadas”,“Água de Beber” and " Impressão de Choro").

  • Pedro Amorim
    Bandolim

    Bandolinista e compositor de destacada atividade, lançou em 2001 pela Acari Records um belo disco dedicado ao violão-tenor, instrumento afinado uma quinta abaixo do bandolim. Tem importantes discos lançados, focalizando autores como Luperce Miranda e Ernesto Nazareth (com a pianista Maria Teresa Madeira). É autor de choros e sambas, inclusive uma série em parceria com Paulo César Pinheiro. Professor de bandolim, é um dos fundadores da Escola Portátil.

    A distinguished mandolin player and composer, Pedro Amorim released in 2000 with Acari Records an album dedicated to the tenor guitar, an instrument tuned a fifth below the mandolin. He has recorded other important CDs , focusing on authors like Luperce Miranda and Ernesto Nazareth (with pianist Maria Teresa Madeira). He is the author of choros and sambas, and also of a series in partnership with Paulo César Pinheiro. Amorim teaches mandolin and is one of the founders of Escola Portátil de Música.

  • Pedro Paes
    Clarinete

    Depois de graduar-se bacharel em Violão pela Uni-Rio, passou a se dedicar ao estudo do clarinete e do saxofone, instrumentos com os quais vem se destacando como solista de choro nas rodas cariocas. É integrante do Sexteto Mauricio Carrilho e participou de gravações de discos como “Princípios do Choro”, “Choro Carioca, Música do Brasil”, entre outros. Na Escola Portátil, é responsável pelo ensino do clarinete.

    After graduating in Guitar at Uni-Rio, Pedro Paes has been deeply involved with the study of clarinet and saxophone, instruments he now masters and plays at “rodas de choro” in Rio. He is a member of Sexteto Mauricio Carrilho and recorded other albums, like “Princípios do Choro”, “Choro Carioca, Música do Brasil”, among others. At Escola Portátil he teaches clarinet.

  • Rafael Mallmith
    Violão contraponto

    RAFAEL MALLMITH, violonista, compositor e arranjador, começou seus estudos aos 14 anos em Porto Alegre. Em 2005, no Rio de Janeiro, se inseriu no circuito do samba e do choro, atuando ao lado de Yamandu Costa, Joel Nascimento, Conjunto Época de Ouro, Amélia Rabello, Zé da Velha e Silvério Pontes, Wilson Moreira, Glória Bonfim. Entre 2010 e 2011 produziu Cordão Amigo, CD de estreia, com músicas autorais e parcerias. Em 2011, gravou "Joana de tal" (com Nina Wirtti) e "Ouro e Prata" (com Zé da Velha e Silvério Pontes). Fundador do Regional Nacional (2010) e membro do Regional Carioca. Entre 2013 e 2014, atuou na direção e produção de álbuns de artistas estreantes (Makley Mattos, Julieta Brandão e Ronaldo Gonçalves) e coordena os projetos "Onze Cordas", com Abel Luiz, e "Ernesto Nazareth 150 anos", com Luis Barcelos. Em 2014 e 2015, assinou a direção do grupo Rafael Mallmith e Quinteto Varandão e a direção musical do DVD Geração Semente.

  • Rui Alvim
    Saxofone

    Clarinetista e saxofonista, integrou a Orquestra de Música Brasileira dirigida pelo maestro Roberto Gnatalli e a Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo. Faz parte do conjunto Água de Moringa, com quem já lançou quatro discos. Participou das coletâneas “Princípios do Choro” e “Joaquim Callado, o Pai dos Chorões”. Tem participado de diversos shows e gravações com artistas renomados, como Paulo César Pinheiro, Zeca Pagodinho, Paulinho da Viola, Elton Medeiros entre outros. Atualmente também integra o Sexteto Mauricio Carrilho, o conjunto Gafieira de Bolso e a Pequena Orquestra de Mafuás. Ministra o curso de saxofone da Escola Portátil, além de ter sido um dos diretores da banda Furiosa Portátil.

    Rui Alvim plays clarinet and saxophone. Now a member of Água de Moringa (4 albums recorded), he participated in Orquestra de Música Brasileira, directed by Roberto Gnattali, Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo. He played on the CD collections “Princípios do Choro”, “Joaquim Callado, o Pai dos Chorões”, and “Choro Carioca, Música do Brasil”. In addition, Rui plays with artists such as Paulo César Pinheiro, Zeca Pagodinho, Paulinho da Viola, Elton Medeiros and others. He is also a member of Sexteto Mauricio Carrilho, Gafieira de Bolso and Pequena Orquestra de Mafuás. He teaches saxophone at Escola Portátil and directs the band Furiosa Portátil.

  • Ruy Oliveira
    Canto Coral

    ...

    ...

  • Saulo Ligo
    Cavaquinho

    ...

    ...

  • Thiago Osório
    Trombone e Tuba

    Natural de Nova Friburgo (RJ), iniciou seus estudos musicais aos 7 anos de idade com o mestre Hélio Veloso Teixeira e posteriormente com Uldemberg Fernandes na Sociedade Musical Campesina Friburguense. Aos 8 anos começou a tocar trombone, com 12 euphonium e com 14 a tuba, instrumentos a que se dedica até hoje . É subtenente músico da Banda Sinfônica do Corpo de Bombeiros e cursa o bacharelado em tuba da Escola de Música da UFRJ . É professor de trombone , euphonium e tuba da Escola Portátil de Música desde 2007, ano em que ministrou o curso do III Festival Nacional de Choro.

    Born in Nova Friburgo (Rio state), Thiago Osório started his musical studies at the age of 7 with Helio Veloso Teixeira and later Gutemberg Fernandes, at Sociedade Musical Campesina Friburguense. He has played the trombone since he was 8 years old, and today he is a professional of that instrument, besides the euphonium and the tuba. Presently Thiago plays tuba at the Banda Sinfônica do Corpo de Bombeiros and at the Orquestra Sinfônica Jovem de Campos, and is a member of the Quinteto Friburguense de Metais. He teaches trombone at Escola Portátil de Música since 2007. In the same year he also taught at the National Festival of Choro.

  • Tomaz Retz
    Flauta

    ...

    ....

Mídias:

 

curta nossa página

Parceiros:
EPM